sábado, 27 de outubro de 2012

Uma tarde na MAC



Decidi tirar um dia para mim! 

Sair da rotina do trabalho. 

Mudar de visual… visitar alguns amigos e antigos colegas de trabalho…

Saí de casa e dirigi-me ao cabeleireiro. Quando disse que queria mudar radicalmente de visual a cabeleireira olhou para mim com ar de dúvida, mas lá atendeu o meu pedido…

Depois de um almoço agradável com uma pessoa que me é muito querida fui visitar o meu antigo local de trabalho. 

O motivo da minha visita era, essencialmente, entregar uns livros que me tinham sido encomendados mas aproveitei para visitar diversos serviços, cumprimentar algumas pessoas! “Matar” algumas saudades!…

Tinham-me prevenido que, por ser sexta-feira, muitos dos antigos colegas que gostaria de ver não estariam lá mas o dia não foi propriamente planeado. Aconteceu ser a uma sexta mas poderia ser outro qualquer dia da semana… 

Malgrado a situação porque que a Instituição está a passar neste momento, fui calorosamente recebida em quase todos os serviços. Por quase todas as pessoas. Se algumas apenas me cumprimentaram, outras abraçaram-me efusivamente! Disseram que gostavam de me ver. Que tinham saudades minhas! E senti sinceridade em quem o disse…

Também eu tenho saudades! 

Do trabalho que fazia. 

Do tempo que lá passei. 

Das amizades que por lá ficaram!

A vida continua e por vezes temos que tomar opções. Seguir em frente. Abraçar alternativas…

Mas quando, como agora, somos recebidos num local onde anteriormente trabalhamos de um modo tão carinhoso. Tão efusivo. Tão sincero… Faz-nos sentir que valeu a pena tudo quanto fizemos.

Nunca fiz nada para receber agradecimentos. Nunca fiz nada com intensão de vir a ser reconhecida...

O que fiz ou o que faço foi e será sempre porque gosto de o fazer. Considero que todos merecem ser ajudados. Tento fazer com que nunca ninguém fique sem resposta… 

Nunca prometi conseguir o impossível. Mas sempre me esforcei por o alcançar. 

Nunca prometi o que não podia fazer. Mas sempre tentei que fosse feito…

Neste momento posso dizer que valeu a pena! 

Tudo quanto fiz, valeu a pena! 

Valeu a pena estar presente quendo precisaram de mim! 

Valeu a pena ter uma palavra (muitas vezes só mesmo uma palavra) quando se me dirigiram…

Não sou ninguém nesta vida. 

Mas durante uma tarde, senti-me a pessoa mais importante do mundo!...


AA
27-10-2012

Sem comentários:

Enviar um comentário