quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Sinais dos tempos?


Todos nós que trabalhamos em grandes centros urbanos acabamos muitas vezes por comer em superfícies comerciais onde imperam as "lojinhas" de fast food.

Porque é rápido. Porque é económico. Porque é diversificado o que permite, se vamos acompanhados e cada um quer ir a um sítio diferente, sentarmo-nos à mesma mesa.

Quase sempre encontramos nestes locais funcionários responsáveis pela recolha dos tabuleiros que usamos para transportar a refeição o que nos permite acabar de comer e sair dali sem termos que nos preocuparmos com esse pormenor. Quase sempre são eficazes e os tabuleiros não permanecem muito tempo nas mesas.

Há dias quando estava a almoçar com uma amiga numa destas superfícies, reparei num homem, na casa dos cinquenta sessenta anos, que retirava tabuleiros de uma das mesas. O que me chamou a atenção não foi ele levantar os tabuleiros vê-lo pousá-los noutra mesa…

Não comentei  mas fiquei a ver o que se passava.

Depois de pousar os tabuleiros,  sentou-se…

Todos sabemos que seja nessas superfícies seja nos restaurantes tradicionais sobra comida. Todos temos consciência que essas sobras, ainda que estejam em bom estado não são aproveitadas. A todos incomoda quando conhecemos as quantidades de comida inutilizadas diariamente porque organismos oficiais não permitem que sejam doadas. Restaurantes, cafés, snack bares ou até mesmo supermercados são obrigados a destruir as sobras não as podendo fazer chegar a quem precisa…

Ali estava um homem, com idade para ainda ser útil à sociedade, a recolher tabuleiros com restos de comida. Copos com restos de bebida, sentar-se a uma mesa e comer!… comer as sobras de quem, como eu, nem sempre consegue comer tudo. Beber os restos das bebidas que por vezes ficam quase intocadas...

Apenas um cuidado... Não ser visto por quem de facto tinha que levantar os tabuleiros!

Ali estava a minha amiga a comentar que não sabia se conseguia comer as massas todas …


AdelinAntunes

Sem comentários:

Enviar um comentário