quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

São Valentim



Reconhecido pela igreja católica e por algumas igrejas orientais, Valentim terá sido um padre que não aceitou as ordens do imperador Cláudio II (ca. 214 – 270) que, no intuito de formar um grande exército, proibiu o casamento pois acreditava que sendo solteiros os jovens estariam mais disponíveis para a guerra. 

Secretamente Valentim continuou a celebrar casamentos. Tendo sido descoberto foi preso e, na prisão, recebia flores e bilhetes de jovens que lhe diziam que continuavam a acreditar no amor. 

Astérias, uma jovem invisual e filha do carcereiro, também lhe fez chegar as suas mensagens tendo inclusive conseguido permissão para o visitar. Valentim e Astérias apaixonaram-se e milagrosamente esta  acabou por recuperar a visão. Antes de ser executado, a 14 de fevereiro, Valentim deixou-lhe uma carta assinada “de seu Valentim”…

14 de fevereiro é, assim, o dia dos namorados. Ou, como também é conhecido, dia de São Valentim. 

Um dia para celebrar o amor. Mas também o carinho. A ternura. A amizade. Um dia para nos lembrarmos de quem é especial. De alguém que, de um modo ou de outro, está no nosso coração. Um dia que não devemos deixar passar em branco. Um cartão. Uma flor. Uma música. Um SMS… 

Tudo é válido. Tudo serve para dizer àquela pessoa especial o carinho que sentimos por ela!

O importante é fazer com que sinta que não foi esquecida! Que há alguém que a tem no seu coração...

De uma forma muito especial…


AdelinAntunes

Sem comentários:

Enviar um comentário