sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Tudo



Tudo o que querias,
tudo que sonhaste,
tudo quanto esperavas…
Rejeitaste!
Tudo que eu quis,
tudo que sonhei,
tudo quanto te ofereci…
Rejeitaste!
Tudo o que éramos,
tudo o que poderíamos ter sido,
tudo o que nos esperava,
tudo que nos era devido…
Rejeitaste!
Tudo quanto sofremos,
tudo o que agora somos,
tudo quanto perdemos
e não podemos recuperar…
Aceitaste!
Todo o sofrimento que as nossas opções trouxeram,
todos os sentimentos que sufocados não morreram…
Aceitaste!
Dizes que te magoei. Que te deixei triste!
E eu…
que sei que é verdade, não tenho argumentos para te contrariar.
Não tenho armas com que te enfrentar!
No entanto, sou incapaz de te igualar.
Por muito que queira, por muito que tente, não sei rejeitar.
Não posso esquecer. Não consigo aceitar.
O teu silêncio magoa.
A tua indiferença fere mais que a tua ausência…
De nada serviu que pedisse perdão
recusaste desculpas, não quiseste explicações
despedaçaste o meu e o teu corações.
É suposto a mágoa e a tristeza passar!
É suposto o amor saber perdoar!
É suposto a vida continuar…
Afinal, num mundo em que não temos nada
numa vida pela qual apenas passamos
poderíamos ser TUDO um para o outro!
… e deixar de sofrer!
 
AdelinAntunes

Sem comentários:

Enviar um comentário