domingo, 28 de abril de 2013

Apenas um sinal



Apenas saber o que sentes! 

Se por acaso sonhas

se por acaso mentes

Apenas um sinal

Saber por onde andas ou para onde vais

Saber o que desejas

se muito, pouco ou demais

Apenas um segundo que me permita dizer

que sei. Que sinto o que queres. O que vais fazer

Apenas um sinal

um sentimento louco que faça com que tudo o que sinto me saiba a pouco

Apenas um sinal

por pequeno se seja, que me permita sentir

sonhar e 

saber...

Para quê?

Apenas um lampejo de que tudo o que faço

tudo o que sinto

não é etéreo e pode acontecer.

Apenas um sinal…

Um sinal que não me deixe esquecer

Que me leve, acima de tudo, a desejar

Que te lembre

Que me lembre 

Que não nos deixe esquecer

Apenas um sinal

E nesse sinal todo um mundo para viver

Todo um universo para esquecer

Tudo e nada e o que mais vier…

Apenas a vida e o que ela quiser

Apenas tu. Apenas eu

Apenas um mundo

Repleto de amor. 

De sentir e sonhar. 

De coisas feitas ou de coisas por fazer

Apenas nós

se assim tiver que ser

Apenas um sonho que se queira sonhar

Apenas tu

Apenas eu

Apenas nós

Seja lá o que isso for.



Adelina
28-4-2013

Sem comentários:

Enviar um comentário