sexta-feira, 5 de abril de 2013

Em coma




Num mundo em que todos vivemos a correr... em que esperamos o que não conseguimos alcançar, muitos de nós vivemos em “coma”.

Esperamos que alguém nos desperte mas, no fundo, desejamos continuar assim! Acomodamo-nos a um estilo de vida que não queremos ver mudado… que não queremos de modo algum que seja alterado…

É fácil… é cómodo e não acarreta problemas de maior! Vivemos…

Claro que vivemos. Mas uma vida em que evitamos tomar decisões! Em que esperamos que alguém decida por nós…

Não gostamos de nos envolver em política… desprezamos as religiões… procuramos um emprego em que, acima de tudo, nos seja garantido um ordenado no fim do mês e de preferência sem que nos apoquentem muito…

Para quê tomar decisões? Para quê optar por isto ou por aquilo? Se se trata de política “eles” estão lá! São pagos para isso… TRABALHEM…

Então e nós? A nossa opinião? Os nossos gostos? Os desejos escondidos?...

O melhor é que tudo assim se mantenha… a opinião não iria alterar nada… 

os gostos? 

Até há quem os adivinhe e consiga satisfazê-los… 

Desejos? São secretos (não os devemos divulgar)…

E enquanto nos mantivermos em coma tudo se resolverá! Vai sempre haver alguém que decida por nós! Que resolva os nossos problemas… Que tente fazer com que sejamos felizes…

Pelo seu próprio ponto de vista!

Mas o que fazem por nós não resolve os nossos desejos!...

Não demonstra as nossas vontades!...

Não satisfaz os nossos sonhos!...

Então porque não acordar?...

Porque não mostrar que ainda estamos vivos e lutar?...

Porquê continuar à espera que sejam “eles” a resolver os nossos problemas?...

Até quando é que nos vamos manter adormecidos? Sem tentar sermos nós próprios e tomar uma atitude?

Porquê deixar nas mãos dos outros a luta que deveria ser nossa?

Não estará na hora de despertar?...

AA

07-06-2012

Sem comentários:

Enviar um comentário