segunda-feira, 8 de abril de 2013

Viver



Esperar por dias melhores, costumamos dizer! Esperar que o hoje seja ultrapassado. O passado esquecido. Que o amanhã acorde mais risonho. Que os amigos não nos abandonem. Conseguir o almejado emprego ou, se já o temos, ascender a um patamar superior. 

Queremos um futuro que nos permita sorrir. Queremos melhores dias. Um mundo melhor! Queremos lutar. Queremos vencer. Ultrapassar o mundo se isso tiver que ser.

Queremos amigos sinceros. Que não nos façam sofrer. Queremos uma família que nos apoie, para o que der e vier! Queremos tudo e não nos falta imaginação. Queremos a oportunidade de ter o futuro ali. Mesmo à mão.

Na esperança de alcançar melhores dias somos por vezes levados a fazer o que não gostaríamos. A ultrapassar colegas, amigos, familiares... Barreiras que se colocam à nossa frente e para as quais nada mais vemos se não a necessidade de as ultrapassar. E veem as dores. Os remorsos. Os pensamentos de todas as cores.

A vida prega-nos constantemente partidas. Se hoje podemos dizer que estamos bem, nada garante que o mesmo aconteça amanhã! Acidentes acontecem. Desgraças surgem. Ameaças aparecem.

A esperança de que a vida possa seguir um ritmo certo e regular é constantemente posta à prova. De que serve preocuparmo-nos em demasia? De que adianta  querer prever o dia de amanhã? Viver do sonho? Viver da ilusão?

Afinal não temos tudo. Não temos o mundo na palma da mão!

Resta-nos lutar por uma vida melhor. Resta-nos esperar, mas não esperar sentados! A vida é uma luta constante que temos que viver. Uma batalha que estamos destinados a perder. Um futuro feito de incertezas. De esperanças. De desalentos. De momentos de angústia. De desilusões.

Resta-nos ser fortes e lutar para vencer, mesmo sabendo que um dia acabaremos por perder. Deixar uma marca que nos faça ser lembrados. Espalhar amor. Fazer com que outros se sintam amados. Amar até morrer. Ainda que isso signifique sofrer. 

Resta-nos viver! 

Um dia de cada vez!

Sem nunca desistir de lutar.



Adelina Antunes
08-abril-2013

Sem comentários:

Enviar um comentário